Mitos e verdades sobre o cabelo platinado

Já adianto aqui na primeira linha que esse post será longo. Quem convive comigo acompanhou a saga que se tornou minha tentativa de platinar o cabelo. Finalmente, passados quase 5 meses depois da primeira descoloração, cheguei no ponto em que eu queria. (Arrisco dizer até que começo a achar que passei do ponto e meu cabelo já está branco demais hehe).

Resolvi contar passo-a-passo de tudo que eu vivenciei com essa experiência aqui por dois motivos: Primeiro que “cabelos platinados” é um termo muito procurado no blog, o que me leva a crer que os leitores querem ler sobre isso, e segundo por notar uma certa resistência das pessoas em contar como elas conseguem chegar na tonalidade platinada. Talvez eu tenha seguido o caminho mais difícil, exatamente por não ter informações suficientes sobre os procedimentos mais adequados, mas enfim..

A cor natural do meu cabelo é bem escura (e ele estava completamente sem tinta quando decidi começar a pintar de loiro). Não chega a ser preto, mas é um castanho bem próximo disso. Já fiz algumas brincadeiras não muito saudáveis nele (como usar violeta genciana para deixá-lo roxo depois de descolorir em casa), e tenho sorte de, no fim, ele sempre se recuperar. Acho que outro fator que ajudou no platinado foi manter o cabelo sempre curto, o que evita maiores estragos e reduz os grandes cuidados com hidratação, pontas, e etc.

Eu fiquei bem uns 3 meses planejando como iria começar esse processo de platinar o cabelo. Fui em dois ou três salões diferentes, conversei com profissionais, mas eles nunca me davam boas esperanças. Um deles inclusive nem sabia do que se tratava – isso é Goiânia, queridos. No fim optei pelo meu cabeleireiro de confiança mesmo.

A foto da primeira vez que eu descolori o cabelo tentando chegar no platinado é até engraçada. Estava de qualquer cor, menos loiro.


Isso aconteceu porque depois de descolorir (No salão com um profissional sempre. Nada de descolorir o cabelo em casa ein!), eu fui seguir aquelas dicas-da-internet e passei um tonalizante prata. Só que ninguém me avisou para tomar cuidado porque o tal tonalizante mancha com extrema facilidade.

Pois é.

Ah sim, já ia me esquecendo. Descolori com pó descolorante Amend + água oxigenada 40 Alfaparf. (E não, eu não estou ganhando nada para falar aqui a marca dos produtos. A ideia é realmente descrever o passo-a-passo da melhor maneira possível).

Passado quase um mês, repeti o processo mas acrescentando a tinta Alfaparf Platinum – Louro Platina Cinza (que deve ser misturada com uma água oxigenada 40) e depois tonalizando com o Branco Ice da Exotic Criativ e o tonalizante prata de novo. O resultado foi esse:

Ainda nem perto do que eu queria.

Mais um mês se passou, e outra vez repeti o processo. Descoloração com pó descolorante+água oxigenada 40, seguido de tinta Alfaparf Platinum, mas dessa vez Louro Platina (11.00) no lugar da Louro Platina Cinza (11.10) com adição do super reforçador de aclaração 0SP também da alfaparf e depois tonalização do amarelo com o tonalizante Branco Ice da Exotic Criativ.

-Fique claro que cada um desses processos foi feito em um dia diferente e eu não recomendo que se faça no mesmo dia, porque o cabelo e o couro cabeludo ficam muito sensíveis a cada processo desses. Mas também o intervalo entre um e outro não pode ser muito grande porque a raíz cresce com incrível rapidez e em 8 dias ou menos já é possível percebê-la.

O resultado foi:

Que durou uns 5 dias e logo começou a mudar de tonalidade, ficando mais amarelado, mesmo com o uso do shampoo roxo que combate o amarelamento.

Só para situar, nisso já estávamos no final de julho. De julho pra cá eu repeti tudo isso descrito aí em cima no último processo mais duas vezes, uma no começo de setembro que levou à um resultado bem próximo do que eu queria, só que ainda um pouco manchado:

E depois no fim de setembro, antes de ir para o Rock in Rio, onde finalmente pude dizer que consegui ter o cabelo platinado (ufa!!!):

Os produtos que eu uso para manter a cor também são da marca Amend. Shampoo, Condicionador, Máscara e Creme desamareladores. Deixando a dica de que o shampoo tira realmente o amarelado, e pode até passar do ponto desejado se deixado muito tempo no cabelo!

Bom, finalizando posso dizer que todo esse processo é demorado, cansativo e não é nada confortável. Descolorir o cabelo dói e arde, pintar depois de descolorir também. Há momentos em que o cabelo fica super fraco e você precisa correr e hidratar além de todos aqueles cuidados diários (shampoo e creme desamarelador, creme pós banho, máscara hidratante, pomada, etc), ou seja: não é simples, não é fácil e não é barato. Tenha esses três pontos em mente quando decidir platinar o cabelo. Mas compensa? Eu digo que sim! Não é todo mundo que entende e curte (e eu ouvi críticas bem pesadas inclusive), mas não dá para agradar a todos de qualquer forma, então nesse caso o importante mesmo é a satisfação pessoal. Eu agora estou muito satisfeita com o resultado e pretendo deixar o cabelo nesse tom no mínimo até 2012. (:

Para qualquer dúvida não esclarecida aqui, deixe um comentário que eu prometo tentar ajudar!

Anúncios
Esse post foi publicado em Dicas e marcado , . Guardar link permanente.

10 respostas para Mitos e verdades sobre o cabelo platinado

  1. Eu já disse né? Tu tá a Madonna dos anos 80 com esse cabelo e isso é um elogio!!!!

  2. Sandra disse:

    Ótimo seu cabelo. Onde vc comprou o condicionador e shampoo q está usando? em gyn mesmo? amanha entro aqui e vejo a resposta. grata

  3. Gabriela disse:

    O resultado ficou muito bom mesmo! Valeu a pena todo esse jogo de cintura pra encontrar o tom desejado…
    Pena que eu nao tenho coragem de colocar quimica nenhuma no meu… nao sei se teria paciencia pra cuidar, e meu cabelo é fraquiíssimo, só de olhar torto já tá quebrando… hehe
    Parabéns

  4. Até que enfim né?! Te vi na faculdade ontem e pensei…ela conseguiu! hahaha

  5. ahhh…nem precisa falar que está linda né?!

  6. rebeka disse:

    Ficou muito lindo! vc tem estilo vc pode!!
    a cor do cabelo na terceira foto ta muitoo linda!!!

  7. Tatiana disse:

    Nossa, ficou muito lindo seu cabelo! Adorei os acessórios…Infelizmente Goiânia ainda é muito atrasada e se você não usa o combo calça jeans + blusinha você é estranha. É incrivel como hoje em dia, com o desenvolvimento da internet, certas pessoas ainda parecem viver em uma bolha, ou não aceitam o fato de que outras tem estilo próprio.

    Faltou nos dizer em qual salão foi!! 😀

    Bjs

  8. Cris disse:

    Como você faz para retocar a raiz?? tenho cabelo platinado, gastei uma nota preta pra fazer em salão e ficou per-fei-to! mas agora que ta crescendo to com medo de fazer em casa o processo de pintar a raiz…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s